segunda-feira, janeiro 10, 2011

cinco anos de "nuvens da alma"


"nuvens da alma" completa hoje cinco anos de existência. ao todo, são 1700 posts, o que, a dividir por cinco anos, dá uma bonita média de 340 posts por ano. portanto, quase um post por dia (faltam 25 posts por ano, que vamos considerar, com o vosso beneplácito - que palavra tão bonita e, no entanto, tão desconsiderada -, como o período de férias anual). nestes cinco anos fica, essencialmente, uma grande mágoa: o sporting nunca foi campeão nacional. caso o tivesse sido, certamente não teria os tais 125 posts em falta. outra grande mágoa: a tvi nunca me contactou no sentido de comprar o nome deste blogue para intitular uma novela. mágoa ainda maior que estas duas: cavaco silva foi sempre o presidente da república. pelo meio, houve espaço também para algumas alegrias: festejei a saída de paulo bento do sporting, festejei a saída de carlos carvalhal do sporting e espero festejar, brevemente, a saída de paulo sérgio do sporting; ganhei uma máquina de café e nunca fui multado. um balanço muito equilibrado, portanto.
depois das entrevistas à revista "visão" e ao "diário de notícias", e da nega que levei da "dica da semana", este ano decidi premiar os leitores deste blogue com a possibilidade (eu diria mais, o privilégio) de fazerem eles mesmos a entrevista que se impõe na passagem desta efeméride, escolhendo, para tal, as melhores perguntas colocadas, entre as mais de quinze que recebi no mail facultado para o efeito. aqui fica o resultado, num trabalho que judite sousa não desdenharia:

andré saraiva (arganil):
- gosto muito do seu blogue e não há um único dia em que não passe por aqui para ler o seus textos. haverá realmente vida para além da morte?
isso não sei, tenho evitado ao máximo experimentar a resposta a essa pergunta. o que lhe posso dizer, caro andré, é que todas as épocas da vida têm as suas compensações próprias, ao passo que quando se está morto é tremendamente difícil encontrar o interruptor da luz. a meu ver, se não morrermos de gripe a, será de cancro ou num hotel em nova iorque. por isso, para quê fazer a barba?...

raquel ferreira (sines):
- o meu amigo joca envia-me vinte sms por dia e insiste em convidar-me para ver o filme "noites de china blue" em sua casa. estará apaixonado por mim?
ser-se amado é, evidentemente, diferente de se ser admirado, pois pode-se ser admirado à distância, mas para amar alguém verdadeiramente é preciso estar no mesmo quarto que a outra pessoa, agachado atrás das cortinas. aceite o filme, para constatar que a kathleen turner já foi, realmente, em tempos, uma sex symbol, portanto, o seu pai não estava a gozar consigo quando a viram na terceira série de "californication".

artur mendonça (leça da palmeira):
- nestes cinco anos de existência do blogue, nunca sentiu vontade de começar a escrever a sério?
senti, uma vez, mas afinal eram apenas gases. a vida não pode ser reduzida a esses rótulos, ao "bom" e ao "mau", ao "perfeito" e ao "imperfeito", ao "boazona" e ao "hediondo camafeu". é importante saber escrever? é. mas é mais importante ter uma choruda conta num banco suiço. sim, é certo que o dinheiro não é tudo, mas é melhor do que ter saúde. quer dizer, não se pode ir ao talho e dizer ao talhante "olhe-me só para este bronzeado fantástico e, além disso, nunca me constipo" e esperar que ele nos passe um quilo de costeletas para a mão (a não ser, claro, que o talhante seja um idiota). escrever, nesta auto-estrada que é a vida, não passa de uma placa a dizer "próxima área de serviço 41km".

paulo gonçalves (braga):
- como é que surgiu o nome "nuvens da alma"?
finalmente, uma boa pergunta. sinceramente, já não me lembro.

andreia santos (sines):
- tenho um amigo, chamado joca, que está constantemente a meter conversa comigo no messenger. para além disso, há meses que tenta convencer-me a ver com ele o filme "noites de china blue". que devo fazer?
onde é que eu já li isto... a melhor forma de ficar a saber as reais intenções desse seu amigo é simular, durante três ou quatro meses, uma infecção urinária. se for possível, junte a isso um ligeiro coxear da perna direita. se, mesmo assim, ele continuar a insistir com o raio do filme, tente ingerir, no dia estipulado para a sua visualização, o maior número de cebolas, alho e azeitonas que conseguir.

gustavo silva (viseu):
- quais são os seus projectos para o futuro em relação ao blogue?
outra boa pergunta. essencialmente, quero deixar uma marca. não tão grande como a fuga de crude no golfo do méxico, mas um bocadinho maior que o impacto que del neri teve como treinador do fc porto. não persigo a fama, até porque esta poderia mandar-me prender, já ficaria contente com uma estátua em viseu. se não fosse minha, poderia ser de outro tipo qualquer, desde que fosse uma estátua. o "nuvens da alma" é o meu terceiro filho (ou o meu segundo animal de estimação, a seguir à minha gata). alimento-o, mudo-lhe o visual, passo muito tempo com ele, ponho-o a dormir. é cansativo, eu sei, era mais fácil ter um tamagotchi.

eduardo matos (coimbra):
- se pudesse escolher uma pessoa para entrevistar no seu blogue, quem escolheria?
gostava muito de entrevistar o miguel esteves cardoso, uma das minhas grandes referências nacionais em termos de escrita. caso não fosse possível, e porque seria igualmente cómico, de certeza, optaria pelo candidato presidencial josé manuel coelho. sempre gostaria de lhe perguntar como raio é que ele conseguiu as assinaturas necessárias para concorrer à presidência. comprou-as no ebay? tirou fotocópias? visitou todas as morgues do país?

joana loureiro (santarém):
- qual é a sua orientação política e religiosa?
sou agnóstico e ateu, respectivamente. portanto, alego a impossibilidade de provar a existência ou não de bons políticos; por outro lado, faltam-me importantes provas empíricas para provar a existência de deus. e o pior é que não sei onde é que as deixei.

alice madureira (faro):
- trocava o seu blogue por um outro qualquer?
trocava por um que desse efectivamente dinheiro. eu olho para a blogosfera e penso "bolas, como sou insignificante". se me pagassem 50 euros por post continuava a dizer a mesma coisa, mas sempre metia alguma coisa ao bolso. o dinheiro é melhor que a penúria, quanto mais não seja por razões financeiras. é sempre muito mais fácil gastar 20 euros do que poupar 2, até pelo tempo que demora...

joão antunes (sines):
- um dos meus melhores amigos, chamado joca, para além de fazer questão de me ajudar a secar as costas com a toalha depois do banho, no final da aula de educação física, tem-me sugerido repetidamente que vá a casa dele ver o filme "noites de china blue". estou muito confuso. o que devo fazer?
leve batatas fritas...

12 comentários:

tadeu disse...

cá por mim, celebrarias as festividades do blogue, mensalmente ou criaria uma rubrica mensal para que teus leitores, ávidos de informação, possam ficar bem servidos com preciosa atenção.

ainda bem que sai de Sines. o joca estava prestes a chegar à minha rua...

parabéns, 5 anos e um beneplácito para história.
é obra!
boa semana !

un tocco di zenzero disse...

parabens!!! serà que neste ano vamos vernos??? :)

josé alberto lopes disse...

obrigado tadeu, pelas simpáticas palavras. fizeste muito bem em sair de sines... eheheh.
um grande "beneplácito" para ti.

josé alberto lopes disse...

cara alessandra:
ainda estás por londres? espero que estejas a gostar. gostei de ler o teu post de hoje e de lá ver frases como "Anche quando sto male... è bello tutto di questa vita. Mi sento vivere", ou "Ho bisogno di chiudere gli occhi io per sollevarmi. E se non mi sollevo non vivo". quando quiseres passar por portugal, "my home is your home".
baci

rasgos em rosa e cinza disse...

Antes de mais, PARABÉNS!!! Porque é a um aniversário que se brinda hoje. Aliás... deveriamos mesmo tê-lo feito e não, apenas, "textualmente".
Mas faltou o espumante também do 1º, no 2º... Mas, o facto de não termos feito tchim tchim significa por um lado que falhámos, mas por outro, que cá estávamos!
De qualquer forma, é notável isto que fazes com as palavras. Parabéns!!

A happy single mother disse...

Ui, que medo, tenho um amigo chamado Joca. Preciso urgentemente conhecer os seus gostos cinematográficos...
(Diverti-me imenso a ler este post. Obrigada, estava mesmo a precisar!)

josé alberto lopes disse...

sara (rasgos em rosa e cinza):
obrigado pelo comentário. reterei, para memória futura, a tua última frase. um dos melhores elogios que já me fizeram neste espaço. muito obrigado!
o espumante ficará para... junho!

josé alberto lopes disse...

carla (happy single mother):
fico contente por ter cumprido a missão a que me propus: divertir as pessoas, mesmo que para tal me tenha deitado às 4 da manhã. mas valeu claramente a pena...
quanto ao teu amigo joca, já sabes, leva batatas fritas...

Cláudia Faro Santos disse...

depois de teres uma gata como animal de estimação, aposto um queque dancake de laranja em como daqui a 5 anos comes ananás na pizza!

parabéns, muitos.

josé alberto lopes disse...

cláudia:
foi uma luta lá em casa, é um facto, mas como prezamos a democracia, fomos a votos e eu perdi 3-1. a gata veio e por lá se tem mantido, há sete meses já, apesar dos meus planos "à la coyote" para correr com ela. quanto ao ananás, eu sou declaradamente um apoiante da banana na pizza. são dois mundos completamente opostos. é como gostar dos monty python e dos malucos do riso. por isso, tenho a impressão de que vou ganhar esse dan cake de laranja.
obrigado por estares "aí", desse lado, desde o início desta odisseia.

Joaquim Alexandre Rodrigues disse...

Parabéns!!
De facto dói: «nestes cinco anos fica, essencialmente, uma grande mágoa: o sporting nunca foi campeão nacional».
Solidariedade do blogue Olho de Gato nesse sofrimento.
;)

josé alberto lopes disse...

caro joaquim alexandre rodrigues:
pela forma como as coisas estão pelos lados de alvalade, com "costinhas", "couceiros", "bettencourts" e um treinador de "meio da tabela", que não tem sobrancelhas mas parece que usa eyeliner, creio que daqui a cinco anos vou escrever exactamente a mesma coisa. é preciso desmantelar tudo e começar a construir de raiz. preferia que os dirigentes reconhecessem que o clube não tem, para já, condições para lutar pelo título, ficar 2/3 anos em jejum, mas a lançar bases sólidas para o futuro e, daqui a uns 4 anos, ter equipa para disputar o título com benfica e fc porto. o problema é continuarem a insistir que todos os anos vão lutar pelo título, quando o plantel não "estica" e os jogadores que fazem a diferença se contam pelos dedos de uma mão, ao contrário dos rivais mais directos.
obrigado pela solidariedade. realmente, it takes one to know one...