sábado, janeiro 10, 2009

3 anos do "nuvens da alma"


"eram 16:19 do dia 10 de janeiro de 2006 quando ele nasceu. pesava bastante, dada a grande responsabilidade que constituía para o autor, isaac davis. a designação "nuvens da alma" já estava escolhida uma hora antes do seu nascimento, depois de várias opções terem sido preteridas, como "a tasca do zé", "isto está lindo, sim senhora", "era uma bica se faz favor" ou "como se escreve blogue?". três anos depois, a consolidação deste espaço no universo da blogosfera é bem evidente, chegando a obter, diariamente, cerca de quarenta visitas, ultrapassando em muito concorrentes directos como "há vida na filatelia", "e deus criou os mediadores de seguros" e "a origem dos coleccionadores de porta-chaves do concelho de arganil".
a nossa reportagem foi ouvir isaac davis, criador de "nuvens da alma", para tentar conhecer melhor o homem por detrás das palavras, a mente criativa e corajosa que vem referenciada no site historynet.com como "‘There can never be but one man who headed the first column of attack on the King’s troops in the Revolutionary War. And Isaac Davis was that man’, ou ainda "What kind of man was this Isaac Davis, and how did he come to lead the group of men who would march down the Concord path and into the history books?".

diário de notícias - pegando nas palavras do site historynet.com, que género de homem é, de facto, isaac davis?
isaac davis - o isaac davis tenta dar sempre o seu melhor, domingo a domingo, respeitando as indicações do mister. não, estava a brincar. sempre que falo na terceira pessoa do singular lembro-me dos jogadores de futebol. quem sou eu? sou um tipo simples, que gosta de respirar e de sentir o coração a bater, o que é sempre bom sinal. sou igualmente muito supersticioso e tenho pavor da morte e por isso, todos os dias, logo de manhã, obrigo a minha mulher a dizer a palavra "astronauta" ao mesmo tempo que eu, para não morrermos nesse dia. desconfio que no dia em que nos esquecermos de fazer isso, morremos mesmo.
d.n. - quais eram as suas expectativas para o blogue em janeiro de 2006?
i.d. - ter mais leitores do que o meu agregado familiar no mês seguinte. ultrapassado esse objectivo, em fevereiro de 2006 estabeleci uma nova expectativa: chegar a março. e por aí adiante. foi uma luta mensal travada contra o meu alter-ego, que insistia comigo para encerrar o blogue, tal a pobreza dos textos, mas fiquei bem melhor quando comecei a ver os blogues pessoais de "personalidades" como bruno nogueira ou pedro ribeiro e os erros ortográficos que eles dão. ou outros que chamam "nothing hill" ao bairro londrino (quando até há um filme com o nome correcto, "notting hill", com hugh grant e julia roberts), escrevem "costa da caparica", "saiem" em vez de saem, "escreves-te" em vez de escreveste, "raínha" em vez de rainha...
d.n. - mas esse último caso aconteceu no "nuvens"...
i.d. - ai foi? já não me lembro...
d.n. - sim, até causou uma longa troca de comentários com um anónimo...
i.d. - ouça, já lhe disse que não me lembro, não decorei todos os 1.065 posts que já fiz, nem os cerca de cinco mil comentários.
d.n. - mas a partir dessa altura nunca mais escreveu rainha com acento no "i"...
i.d. - esta entrevista está oficialmente encerrada.
d.n. - pronto, está bem, vamos mudar de assunto.
i.d. - eu vou mas é andando, lembrei-me agora que deixei o bacalhau com natas no forno.
d.n. - mas espere, só mais uma pergunta, pode ser? eu estou por um fio lá no jornal. na semana passada fui entrevistar o jorge palma e não consegui arrancar-lhe mais palavras para além de "pernas bonitas". e a entrevista era sobre os seus 40 anos de carreira...
i.d. - ele ficou assim depois de ter estado ao lado da catarina furtado. como eu o entendo...
d.n. - podemos continuar então?
i.d. - hum... pernas bonitas...
d.n. - isaac davis? você está bem? (não me digam que isto aconteceu outra vez?!)
i.d. - sim, sim, claro. pode continuar.
d.n. - por que preferiu manter o nome isaac davis em vez do seu verdadeiro nome?
i.d. - isso já me perguntaram no ano passado, começa a ser repetitivo. até já coloquei uma foto minha no perfil. a maior parte das pessoas que visitam o "nuvens" sabe perfeitamente quem eu sou. sabe que me chamo francisco saraiva, moro em alfragide, tenho três filhos, sou divorciado e trabalho como auxiliar de acção educativa na escola secundária stuart carvalhais em massamá.
d.n. - continua satisfeito com os números do seu blogue?
i.d. - estou no lugar 608 na lista dos blogues com mais visitas de portugal, segundo o blogómetro do weblog, num total de 1643 blogues inscritos. estou à frente de blogues como o "sexo na banheira", "sempre em frente amor", "bravos do mindelo" e "o encanto da gaitadura", o que constitui uma enorme surpresa para mim. nunca julguei ser possível estar à frente de "o encanto da gaitadura". nunca!
d.n. - vai continuar a dissertar sobre música, cinema, televisão e futebol ou vai alargar o seu raio de acção a outras áreas?
i.d. - estou a pensar seriamente em criar uma rubrica de apicultura, debruçando-me igualmente sobre os tipos gerais da polinização: entomofilia, anemofilia, cantarofilia, falenofilia, ornitofilia, hidrofilia e quiropterofilia. vou dedicar cada dia da semana a um destes tipos de polinização. portanto, vou tornar este blogue muito mais interessante e, ao mesmo tempo, mais didáctico (ou didático, se preferirem o novo acordo ortográfico).
d.n. - no próximo mês de março vai receber, na azambuja, o prémio de "melhor blogue português assinado por uma personagem de um filme do woody allen e com nuvens no título". a quem tem de agradecer por todas estas distinções?
i.d. - foi uma luta renhida com o blogue "nuvens negras", do alvy singer, mas consegui vencer. vou aproveitar para agradecer a algumas pessoas, cujos blogues direccionam visitas para o "nuvens". são os casos do "um nome qualquer", da indefectível e simpática tulipa negra, do "detective cantor", do compadre ricardo, do "na outra banda", do amigo tadeu, do "astro que flameja", do "leonorlândia", da comadre carla e afilhada leonor, do "pensiero ambulante", da amiga alessandra, do "devaneios cor do céu", do "ana's place", do "jerri dias" e do "silêncio de biblioteca", ambos do brasil, do "9-9", do conterrâneo "viseu senhora da beira", do "alma do eter", do "enfim "sos"" e do confrade "eva nice dream", igualmente um produto cá da casa.
d.n. - muitas felicidades para o blogue e para o ano conto vir cá novamente falar consigo, por ocasião dos quatro anos. afinal, esta entrevista acabou por correr melhor do que a do jorge palma...
i.d. - hum... pernas bonitas...

9 comentários:

A happy single mother disse...

Da parte da comadre Carla e da afilhada leonor, um grande beijinho de parabéns e obrigada por nos teres colocado no parágrafo final deste post!
Sim, vamos continuar a espreitar...que venham pelo menos mais 333!

na outra banda disse...

ainda recordo dos primeiros passos com o "bons da fita" e agora onde estas? nas nuvens!
parabéns!

PreDatado disse...

Então, parabéns!

Cláudia Faro Santos disse...

sempre tive a sensação de que te conhecia de algum lado...afinal, era da stuart de carvalhais!

ele há com cada uma...

tulipa_negra disse...

lol
o que eu me ri com este post!!! (graças à minha santa ignorância, ainda tive de ir ver o significado de indefectível no dicionário, ehehehe) muitos parabéns pelos 3 anos e obrigada pela menção!!! é um honra, já sabes ;-)

bjs

"Neia" disse...

..."Nuvens da alma"... 4 anitos... onde isso ja vai, parece que foi ontem que vi pela 1º vez este pequeno, mas grandioso Blog, mas claro tinha que ser pelo nosso Querido Isaac, uma pessoa espectacular... parabéns
Que daqui a mais 4 esteja aqui a escrever novamente meus Parabéns...

isaac davis disse...

cara "neia":
este blogue festeja agora apenas o terceiro aniversário, não o quarto. espero lá chegar, obviamente, esperando igualmente contar o teu comentário nessa altura.

"Neia" disse...

Certamente que irei comentar...

Bjs e mts Felecidades...

Anónimo disse...

parabéns. o teu blog vai de vento em popa. no 2º aniversário entrevistado pela visão, este ano pelo dn... para o ano que vem, exige-se no mínimo, uma entrevista em exclusivo numa estação televisiva. espero estar cá para ver.