sexta-feira, outubro 13, 2006

naquele lugar só nosso


conheço um lugar onde tudo parecerá certo. queria ter a possibilidade de te levar lá. lá contornaríamos a impossibilidade das coisas, poderíamos vencer a inevitabilidade do tempo, rir sem tapar a boca e abafar o som. lá estaríamos apenas nós a contemplar o pôr do sol, deitados a olhar o infinito em cima da relva fresca. o tempo vai-nos deixar ficar lá, para sempre, vamos alimentar-nos de palavras e olhares cúmplices, encher a alma e nascer de novo, nos braços um do outro. lá poderia estar sempre perto de ti para garantir que as únicas lágrimas que chorasses fossem de felicidade, nunca deixando que as nuvens habitassem a tua alma, escurecendo a tua natural incandescência. seríamos apenas nós. eu e tu! num cantinho só nosso, inacessível ao resto dos mortais.
vem cá ter... espero por ti!

2 comentários:

tulipa_negra disse...

ébom ter esse cantinho, não é? eu adoro estar no meu...

Nan disse...

à porta dum sonho...

(que, à medida que se entra, vai deixando de o ser...)