quarta-feira, maio 10, 2006

mais reflexões

porque é que as mulheres, quando nos mandam às compras, ficam todas contentes quando fazemos algo errado? e saem-se sempre com aquela máxima: "vocês homens, não têm jeito para nada!". se fizessemos sempre tudo certo, qual era a piada? faz parte do encanto de um homem casado, andar desnorteado com uma lista na mão pelo hipermercado. digo eu. pelo menos penso que sim, que fará parte. já as mulheres são extremamente meticulosas quando nas compras, comparam os preços todos, os componentes, os ingredientes, as embalagens, tudo, mas mesmo tudo. demoram 15 minutos a escolher um detergente para a louça, quando nós homens demoramos 10 segundos (é o que estiver mais à mão!). então quando elas proferem isto: "precisava de ir ali à zona das roupas ver umas calças", é o descalabro autêntico. porque é mais meia hora, 45 m, que vão para o tecto, tempo que nunca mais vamos conseguir recuperar. elas experimentam 35 calças, depois as camisas que poderiam ficar bem com aquelas calças, etc.. e sabem o que é que acontece no final destes 45 minutos? elas acabam por não levar nada! é assim mesmo, tanto tempo perdido para nada. e depois elas, durante este tempo todo, não podem sentir minimamente o nosso ar de tédio, temos que estar sempre com um sorriso largo, anuindo a tudo, obviamente, porque caso contrário lá vem o mesmo sermão de sempre: "quando é para as tuas coisas há sempre tempo" ou "eu também aturo os jogos de futebol". não as podemos vencer. nem queremos... faz parte do encanto delas!

2 comentários:

BR disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
BR disse...

My dearest Isaac:

Em jeito de toma lá da cá, agradeço-te pelo contributo às minhas Partes Infinitesimais - salvo seja - e, depois de te ler, decidi contribuir também. A contribuir quero tirar-te peso de cima, falar de uma verdade irrefutável, válida para toda e qualquer senhora.

As mulheres ficam satisfeitam quando um homem faz algo de errado (em vez de algo, leia-se um acontecimento, situação ou deslize muito pequenino)... Se o homem fizesse tudo certo, não teriamos batalhas para travar e perderiamos a vontade de estarmos com alguém que falha EXACTAMENTE como nós.

Um abraço não automobilizado,
BR