quarta-feira, abril 08, 2009

a sensibilidade em pessoa


silvio berlusconi, primeiro-ministro italiano, corre sérios riscos de vir a ficar conhecido como "o george w. bush europeu". depois das declarações sobre barack obama ("obama é bonito, jovem e bronzeado"), da rábula do telemóvel há dias, deixando angela merkel "pendurada" na passadeira vermelha, à espera para o receber na cimeira da nato, teve ontem mais declarações estapafúrdias sobre as vítimas do sismo que na passada segunda-feira abalou a região centro de itália. berlusconi, que nem sequer visitou as zonas mais atingidas da cidade de l'aquila, por motivos de segurança, afirmou a uma cadeira de televisão que os milhares de desalojados, que estão provisoriamente acomodados em tendas, devem encarar a situação como um fim-de-semana no parque de campismo. "não lhes falta nada. têm cuidados médicos, comida quente... claro que o actual lugar de abrigo é provisório, mas há que encarar a situação como um fim-de-semana no parque de campismo", disse o primeiro-ministro italiano.
não lhes falta nada???? e as casas onde viviam? e os bens que possuíam? e os familiares que perderam?
mais de 250 mortos, mil feridos graves e 17.000 desalojados. os números são desoladores e ninguém poderá sequer imaginar a dor e a agonia por que passam aquelas pessoas. a última coisa que gostariam de ouvir era o seu primeiro-ministro comparar tudo aquilo a um fim-de-semana num parque de campismo. vergonhoso, no mínimo. shame on you, mister berlusconi!

3 comentários:

un tocco di zenzero disse...

Espero que não vão a pensar que todos os italianos são como ele..que vergonha..

isaac davis disse...

eu, pelo menos, não penso isso. até porque eu tenho um termo de comparação e prefiro pensar que os italianos são mais parecidos contigo do que com ele. mas olha que nós portugueses, em termos de políticos, não estamos muito melhor servidos do que vocês. basta seguir as incidências do caso freeport...

na outra banda disse...

que idiota...