quarta-feira, janeiro 03, 2007

2006: personalidade nacional


aqui não houve assim tanta discussão, visto que os candidatos escasseavam. ricardo araújo pereira conquista, sem margem para dúvida, o galardão de personalidade nacional do ano. por vários motivos, diga-se. antes de mais, por ser nitidamente o único com queda para actor do quarteto "gato fedorento"; depois porque apenas as personagens interpretadas por ele andam aí na "boca do mundo", motivando centenas de imitações por minuto; pelas suas crónicas semanais na "visão", sempre polvilhadas com a mais fina ironia e inteligência; ainda pelas suas intervenções em directo em vários programas, mantendo sempre o mesmo nível humorístico, o que prova que aquilo não é encenado nem preparado previamente, de encomenda, e que o tipo é mesmo assim, acima da média; por último, de toda esta pretensa geração de humoristas que o programa "levanta-te e ri" gerou (esses niltons, fernando rochas, óscares brancos, francisco menezes e outros que tal), ricardo araújo pereira, que também fez stand up no programa, tal como zé diogo quintela, é claramente superior, sem cair na vulgaridade, no palavrão e na ofensa gratuita. uma diferença marcada pela inteligência, pelo non sense, por muita cultura geral aliada a um sentido de humor influenciado por grandes mestres como woody allen, monty python, jerry seinfeld, etc.. o único defeito que o homem tem é mesmo ser... do benfica...

2 comentários:

A. Duarte Lázaro disse...

clap clap clap!!! ... OH, PERA, AÍ!!! DEFEITO???????
BAH!
o homem é grande!!!!! (e n me refiro à altura...)

Ricardo disse...

Concordo em absoluto.