terça-feira, outubro 10, 2006

o sexo

ja alguém me disse que este blog é giro (ainda bem que não utilizaram termos com "fofo" ou "querido"), que cobre algumas áreas culturais e tal, tem alguma opinião, alguma ironia às vezes. no entanto, essa mesma pessoa queixou-se que existem poucas referências a... sexo. facilmente chegamos à conclusão que a pessoa que me disse tudo isto é um homem. é um factor sempre presente nas nossas vidas. os homens ficam loucos com decotes, mini saias, calças de ganga apertadas a realçar o rabo, etc.. as mulheres até podem pensar da mesma forma em relação aos homens, mas essas sensações são facilmente postas de lado se virem uma montra de uma sapataria ou de um pronto a vestir. o corpo masculino não é, vamos lá ser sinceros, nada de especial. não temos seios salientes, rabos espetados ou que encham umas calças de ganga, temos pelos no peito, etc. e tal. o corpo feminino é, por outro lado, simplesmente inebriante. claro que as mulheres podem sempre contradizer-me e dizer exactamente o contrário. mas a questão é que cada homem deve pensar em sexo cerca de 50 vezes por dia, enquanto as mulheres devem pensar apenas umas 3. como disse jerry seinfeld, num dos episódios de "seinfeld":
"o conflito básico entre homens e mulheres, do ponto de vista sexual, é que os homens são como os bombeiros: para nós o sexo é uma emergência e independentemente do que estivermos a fazer conseguimos estar prontos em dois minutos. as mulheres, por seu turno, são como o fogo. são muito excitáveis, mas têm de estar reunidas as condições exactas para que aconteça".

basta compararmos igualmente o comportamento de homens e mulheres numa discoteca, por exemplo, num sábado à noite. os homens solteiros andam em grupos grandes, aos encontrões, aos grunhidos a maior parte das vezes, todos desorganizados, sem saberem para onde ir, geralmente com copos na mão e um aspecto miserável. as mulheres solteiras andam em grupos pequenos, o guarda roupa mantém-se impecável a noite toda, a maquilhagem idem, são observadoras, sabem esperar, ponderadamente, pelo momento certo, caso encontrem algo de que gostem. no fundo, comportam-se ambos como as nossas células sexuais. os homens são os espermatozóides, aos encontrões, desorganizados, numa corrida louca em busca de algo; as mulheres são o óvulo, ficam à espera, calmamente. quando os espermatozóides chegam dizem:
- "bem, qual destes é que vai ser? tenho mesmo que escolher? posso esperar mais um mês. é melhor esperar. há tempo".
pronto, já abordei o tema "sexo" no blog. agora sim, isto vai avançar. oh se vai!

4 comentários:

tulipa_negra disse...

lol
estava a ver que O tema não surgia!!!
concordo contigo quando dizes que, quer homens quer mulheres, vêem e sentem o sexo de maneira diferente, mas isso é bom não? imagina como seria o mundo se fôssemos todos "bombeiros" ou "fogo"? ;-)

Tovarich Gina disse...

eheheh
foi uma boa resposta

Luís Galego disse...

O v/ Blog é interssante e até me ri com algumas coisas....contudo esste V/ post já está um pouco desactualizado....isto é, é demasiado machista para ser verdade....quem somos nós homens para achar que as mulheres pensam de uma ou de outra maneira....talvez por deformação profissional e académica considero que as diferenças existem entre pessoas e não tanto entre géneros, se bem que é salutar que elas existam....em suma, parabéns pelo blog e sejam felizes....

isaac davis disse...

luis galego: o texto, se é que o entendeu bem, é tudo menos machista. antes pelo contrário. realço de forma ironica os defeitos dos homens, realçando as virtudes das mulheres, elogiando a sua postura mais ponderada e organizada. talvez se o ler novamente chegue lá...