terça-feira, setembro 19, 2006

entre casais

nas saídas socias os casais deixam de ser pessoas, passam a ser equipas. pequenas equipas contadoras de histórias, em que um acaba quase sempre as frases do outro. corrigem-se um ao outro, interrompem-se constantemente e ninguém sabe exactamente quem deve ouvir. quando se sai com outros casais parece as olimpíadas da conversa. sejam quais forem os assuntos que surjam, todos os casais têm que competir. no fundo, estamos a lutar pela entrada directa na fase final do campeonato do mundo de casais interessantes.
"também tivemos uma experiência parecida", é das frases que mais se ouve. quem não teve uma situação idêntica ou parecida, está de fora. levantam-se, pagam os seus cafés e vão para casa, desclassificados, porque raramente a conversa vai voltar a girar à volta de um outro assunto. ou outros casais continuam à mesa, contando todas as suas versões da tal "experiância". a conversa desenrola-se no sentido dos ponteiros dos relógios à volta da mesa.
quando se chega às meias-finais torna-se mais difícil. a nossa história tem que ser mais interessante do que a do último casal. e então começam os segredinhos entre os casais:
"querida, depressa, temos alguma coisa como isto? aeroporto, bagagens, qualquer coisa? lembras-te de perder o pente daquela vez? há alguma coisa nisso? vá lá despacha-te, somos a seguir". é mesmo assim, se o casal número um perdeu as bagagens no méxico, o casal dois perdeu as bagagens e os passaportes, o casal três acrescentou os telemóveis, etc..
chegada a nossa vez, temos que bater isto tudo, não vale a pena repetir situações.
"perdemos a nossa bagagem, os nossos passaportes e ainda por cima a nossa casa foi assaltada. e as nossas crianças! a família toda, tudo. recorremos à companhia de aviação e recebemos novas crianças no dia seguinte, duas raparigas e um rapaz. e ainda ofereceram o cão. tudo acabou por ficar bem, mas por momentos ficámos bastante assustados".

6 comentários:

A. Duarte Lázaro disse...

Parece-me que andas a sair com os casais errados. Não
é por as pessoas se casarem que se anulam identidades, gostos, interesses e histórias pessoais... são um casal... mas formado por duas pessoas, 2 personalidades...

marta r disse...

Tenho mais ou menos essa ideia dos "encontros de casais". Falta só a parte em que as ditas equipas entram em disputa e acaba tudo numa grande confusão.
(ah, e falta o momento infantil... das gracinhas das crianças, tão giras, fazem cada uma)

isaac davis disse...

exactamente por detestar essas "competições" entre casais, sobre quem tem a melhor história e as situações mais recombolescas, é que evito ao máximo essas "olimpíadas da conversa" (da treta certamente). gosto do meu cantinho. não tento nunca mais que os outros, ou que as minhas histórias sejam melhores que as dos outros. se as quiserem ouvir, óptimo; se não quiserem, melhor ainda, porque não sou lá muito bom a falar para audiências superiores a 4 pessoas, tenho tendência para a gaguez (isto é mesmo verdade).
e ângela, concordo com tudo que disseste. mas o meu texto, como quase todos os outros, pretende ser irónico e sarcástico com esse tipo de situações específico. nada mais do que isso.

karla disse...

nem todos são assim... às vezes conseguem-se ter conversas bem engraçadas num círculo assim...

mas eu conheço 1 caso de 1 casal, k mm sendo o único casal presente, eles anulam tudo e tds à sua volta, só o k eles dizem é k é valido e verdadeiro, e interessante... nem k estejam mais 20 pessoas à volta, nenhuma delas consegue chegar ao calcanhar deles... lol... ( a isto já chamo 1 pouco de egoísmo e exibicionismo, e nem sempre as conversas terminam da melhor maneira pa eles...)

beijinhos

tulipa_negra disse...

agora fizeste-me rir a sério!!! os encontros de casais são quase todos assim! enfim...

Nan disse...

se fosse só entre casais...mas não. ele é entre pais e filhos:"No meu tempo as mulheres eram tão elegantes" - diz o pai. ao que o filho responde:"agora é que são, pai. olha a kate moss..é muito mais elegante que a maior elegância do vosso tempo!". ele é entre colegas de trabalho:" tive de meter baixa, desta vez descobriram-me uma hérnia discal!". logo a outra:"uma hérnia discal? só agora? há mais de cinco anos que eu tenho duas!" ele é entre crianças, na escola:"já viste a minha mochila adidas deste ano, cabé?"..."ouve, tu ainda curtes adidas, tótas? já no ano passado eu estava numa de timberland!"

é assim. c'est la competition. e, se pensarmos bem, tudo começa nas barrigas das mães...é ver qual cresce mais...

(embora entre casais eu ache que visem outras olímpiadas. mas isto é um blog familiar, não é?)