quinta-feira, julho 27, 2006

slowdive


categoria: bandas subvalorizadas que acabaram cedo demais.
há alguns nomes que surgem de repente, the afghan whigs, the sundays, mazzy star, red house painters e ride. contudo, deixaram-nos discos brilhantes que guardamos religiosamente na prateleira de cd's lá de casa. "gentleman", dos the afghan whigs, é um daqueles clássicos obrigatórios, onde as guitarras eléctricas se ouvem na sua mais pura essência. "nowhere", dos ride, é outro cd que nunca me canso de ouvir. para além de todos os seus méritos musicais, que são muitos, este disco tem o melhor som de bateria de todos os tempos, avassalador e energético. em relação aos red house painters seria fastidioso enumerar as várias obras primas que constam da sua discografia. tenho a discografia completa deles e ainda continuam a ser uma das minhas bandas preferidas. ainda anseio por um regresso da banda, tal como aconteceu com os american music club, no ano passado.
mas a banda que me fez escrever este post chama-se slowdive. juntaram-se em 1989. acabaram em 1995. editaram três discos: "just for a day", 1991; "souvlaki", 1993; e "pygmalion", 1995. com uma sonoridade muito influenciada por bandas como os cocteau twins, my bloody valentine, lush, mercury rev e cranes, os slowdive criaram discos magistralmente trabalhados, com vozes sobrepostas, refrões celestiais, guitarras e acordes arrastados, com músicas que encerram dentro de si uma escalada dramática pungente, que deixam sempre uma lágrima a espreitar no canto dos nossos olhos em cada audição. experimentem ouvir músicas como "alison", "machine gun", "altogether", "spanish air" e "when the sun hits". tal como outra magnífica banda, os blonde redhead, os slowdive também têm vocalista masculino e feminino (neil halstead e rachel goswell), vozes que se entrelaçam perfeitamente numa comunhão musical inebriante. o fim dos slowdive foi provocado por uma péssima actuação das editoras com quem trabalham, principalmente a SBK, que não soube promover devidamente o melhor disco da banda, "souvlaki", lançando-o nos estados unidos só meio ano depois da banda ter actuado por lá. três elementos juntar-se-iam mais tarde, na conceituada editora independente 4AD, formando os mojave 3, editando já cinco discos, entre 1996 e 2006.
os slowdive foram uma banda muito subvalorizada. se ouvirem o disco "souvlaki" vão, certamente, partilhar a minha opinião. se tiverem oportunidade, procurem o disco na net. vai valer a pena!

3 comentários:

Cereja_no_Bolo disse...

Com esta é que me tramaste... Não conheço um único! (me aguarda, como diz o outro.)

Anónimo disse...

That's a great story. Waiting for more. pine water bed

Anónimo disse...

best regards, nice info »