terça-feira, junho 06, 2006

momentos inolvidáveis 2

filme: "As Pontes de Madison County"
Actores: Clint Eastwood e Meryl Streep
sinopse: a personagem de meryl streep, casada, envolve-se sentimentalmente com um fotógrafo recém chegado à cidade, com o intuito de fotografar as pontes de Madison County. aproveitando o facto de o marido e os filhos se terem ausentado da cidade, ela vai mostrando as belezas naturais do local, passando muito tempo a conversar e a encontrar afinidades com o "forasteiro". a relação de ambos, dada a cumplicidade e reciprocidade existente, acaba por desembocar num envolvimento carnal, pese embora toda a força de vontade de streep em evitar que tal acontecesse. no entanto, ambos sabem que aquela relação não vai ter futuro, por muito que tenham noção da intensidade e da paixão que viveram.
cena: chove intensamente. eastwood prepara-se para abandonar a cidade. o semáforo fica vermelho e pára o seu carro. pelo retrovisor, vê a carrinha do marido de streep. no veículo estão o mesmo marido e streep. ela tinha-lhe oferecido um fio, que ele colocou à volta daquele retrovisor, por onde ele agora via, pela última vez, a face da pessoa com quem tinha partilhado tantas emoções, tantos momentos inesquecíveis. ela vê-o, sente o mesmo que ele, tem noção que é aquele o momento das decisões. ele já lhe tinha dito para ela ir com ele, sair dali, mas sempre lhe faltou coragem para assumir aquela paixão. no curto espaço de tempo em que o sinal está vermelho, vemos a angústia estampada nas faces dos dois amantes. ela agarra a porta, preparando-se para a abrir, lutando contra si mesma, contra os seus instintos, por respeito ao marido. ele desespera a olhar para o retrovisor, à espera que ela siga os seus desejos e vá ter com ele, para que possam sair dali e iniciar uma vida a dois.
o sinal fica verde. renitente, ele não avança imediatamente. ela larga a mão da porta, rendendo-se finalmente, abandonando as dúvidas, resignando-se. finalmente, ele parte. ela chora silenciosamente, para o marido não dar conta. na face dela, a expressão de uma pessoa que tem a perfeita noção de que acabou de perder o amor da sua vida, irremediavelmente.

2 comentários:

Cereja_no_Bolo disse...

Pois, li primeiro o livro, vi depois o filme. E verti umas lágrimas, confesso. São estados de espírito...

BR disse...

Categoria Histórias que Mereceram Ter Sido Contadas:

O filme é um grande filme grande, feito para pessoas grandes.

É um híbrido de entrega e de angústia, e faz-nos sentir o mundo em cima dos ombros.

Não sei se traduzo bem, mas recordo-me de uma fala: "Num mundo de ambiguidades temos esta certeza somente uma vez na vida - não importa quantas vezes se viva."