quarta-feira, maio 24, 2006

casais no cinema

Qual destes casais cinematográficos representa mais fielmente o chavão "e viveram felizes para todo o sempre", tendo em conta a empatia gerada entre ambos, o background afectivo e a "bagagem emocional" evidenciada?
- Jeff Bridges e Michelle Pfeiffer em "Os Fabulosos Irmãos Baker";
- Billy Crystal e Meg Ryan em "When Harry met Sally";
- Audrey Tautou e Matthieu Kassowitz em "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain";
- Hugh Grant e Andie MacDowell em "Quatro Casamentos e um Funeral";
- Paul Giamatti e Virginia Madsen em "Sideways";
- Tom Hanks e Meg Ryan em "Sleepless in Seatle";
- Hugh Grant e Julia Roberts em "Notting Hill";
- Jack Nicholson e Helen Hunt em "As good as it gets";
- Sean Connery e Michelle Pfeiffer em "A Casa da Rússia".

6 comentários:

Anónimo disse...

eu diria antes o shrek e a princesa fiona

BR disse...

Estimado Isaac:

Da lista que dsponiblizou eu arriscaria 2. Posso?

Em primeiro Billy Crystal e Meg Ryan em "When Harry met Sally" pelas razões de que já falamos ;), mas principalmente por ser uma relação em que antes do amor veio a amizade e com ela a aceitação dos defeitos, o companheirismo, o respeito. E depois, inevitavelmente, (aliás creio que a tradução para português do título do filme é "Um amor inevitável"), a identificação e a unificação dos dois.

E em segundo, simplesmente porque SIM e porque encarnam os personagens mais absolutamente deliciosos e cativantes que já tive oportunidade de ver: a Audrey Tautou e Matthieu Kassowitz em "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain".

Se me puder atrever a ir mais longe, a Audrey Hepburn e o Humphrey Bogart em Sabrina...

BR (a adolescente romântica)

BR disse...

Viveram felizes para todo o sempre?
Leonardo diCaprio e Claire Danes em "Romeu e Julieta".

BR (a jovem mulher, não tão romântica)

;)

Cláudia Faro Santos disse...

O meu voto vai para:
Audrey Tautou e Matthieu Kassowitz em "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain"

Também quero uma história de amor assim.

isaac davis disse...

carissima br:
não altero uma vírgula ao que escreveu sobre o "When Harry met Sally" (como não gosto do título em português, continuo a colocar o título original). penso da mesma forma. em relação ao "Amélie", é pena só ficarmos a conhecer mesmo bem a deliciosa personagem composta por audrey tautou. percebe-se que ele tem uma personalidade parecida com a dela, que é igualmente meticuloso e misterioso, mas neste caso, e comparando com o filme acima citado, não há assim tantos dados e informação para que se possa aferir se eles vão mesmo "ser felizes para todo o sempre". em todo o caso, é um excelente filme e audrey tautou é simplesmente fabulosa.

claudia:
certamente que vais ter uma história de amor assim. és uma "amélie" perfeita, em termos de doçura, inteligência, sensibilidade; quem não consegue ver isso... não te merece!

Cereja_no_Bolo disse...

Eu digo que histórias de amor como essas só mesmo no cinema. Mas a escolher uma, seria a de Audrey Tatou e Matthieu Kassowitz. Se calhar, porque adorei o filme.