quinta-feira, março 09, 2006

patriotismo encarnado

A vitória, de ontem, do Benfica, em Liverpool, contra o actual campeão europeu, e todo o mediatismo daí decorrente, facilmente confundido com a exaltação patriota vivida aquando do Euro 2004, veio provar que somos mesmo "pequeninos". tanta coisa só porque uma equipa nacional foi vencer ao terreno do colosso europeu Liverpool? que me lembre, nem quando o FC Porto foi campeão europeu se fez tanto alarido, ou mesmo quando venceu a Taça UEFA. é futebol, a bola é a mesma para as duas equipas, jogam 11 homens contra outros tantos, as regras são iguais para todos, porque raio é que era assim tão impensável o Benfica lá ir ganhar? e não me venham falar em orçamentos milionários e jogadores a ganhar muito mais que os "nossos", porque eles também têm o mesmo número de pernas, de braços, de cabeças, de pés, que os "pobrezinhos" jogadores do Benfica. a questão fulcral nesta matéria é que... foi o Benfica, e o Benfica, a par da Amália e do Fado, é uma instituição nacional. até o governo de Sócrates veio beneficiar do facto de o Benfica ter conquistado o título na época passada, o país ficou mais aliviado, mais alegre; o facto de o governo ser bom ou mau passou a ser irrelevante. quando ouço, como ouvi hoje, enquanto almoçava, conversas do tipo: "está a ver ó senhor Saraiva, somos pequeninos mas fomos ganhar ao campeão europeu, caramba. mostramos aos ingleses que em portugal também se joga futebol". pois, eles já deviam desconfiar disso há uns tempos, há anos que participamos em competições europeias e temos campeonatos nacionais todos os anos. mas este tipo de comentário atesta o nosso sentimento de "inferioridade" e pequenez. já quando o tiago monteiro, na fórmula 1, ficou em terceiro lugar, numa corrida em que só participaram 6 carros, o país ficou eufórico, porque era a primeira vez que um português subia ao pódio naquela modalidade automobilística. que diabo, ficou no meio da tabela!... em seis, ficou em terceiro. uau! brilhante. mas nós somos assim, contentamo-nos com o razoável, em vez de exigirmos o perfeccionismo. parece que entramos sempre nas provas europeias, independentemente da modalidade, para ficar mesmo a meio da tabela, não fazer muito alarido e sairmos de mansinho, sem que ninguém dê por nós. mais recentemente, veio um nigeriano, naturalizado português, estragar-nos os planos, no atletismo. Francis Obikwelu tornou-se herói nacional por ter ficado... em terceiro lugar nos 100 metros, e agora até entra em anúncios televisivos, como aconteceu com o Pedro Lamy, o nosso primeiro piloto a pontuar numa prova de fórmula 1. o povinho precisa de heróis, mesmo aqueles que fazem barbaridades ao seu próprio corpo, como o João Garcia, quando subiu o Evereste. não tem nariz, nem pontas dos dedos, mas... também conseguiu sacar o seu anúncio televisivo. a rosa mota, o carlos lopes, o futre, o cristiano ronaldo, o figo, todos eles tiveram direito ao seu anúncio televisivo. são facilmente reconhecíveis pela maior parte da população nacional. seria difícil de imaginar um anúncio da nike com o miguel esteves cardoso, ou um da coca-cola com o miguel sousa tavares. a maior parte das pessoas não os reconheceria como "heróis nacionais" (no caso do sousa tavares, a maior parte das pessoas deixaria de comprar coca-cola..., mormente os benfiquistas e sportinguistas).
isto tudo faz-me pensar que se Jorge Sampaio só cedesse o seu lugar na Presidência da República 24 horas depois do previsto, ou seja, amanhã, dia 10, ainda teria tempo para condecorar toda a comitiva benfiquista e despedir-se, assim, em paz, aos ombros, ao som de "ele é um bom presidente, pois ele é um bom presidente (...) e ninguém o pode negar". até o povo de canas de senhorim o perdoava...
caramba, ó sampaio, eram só mais 24 horas e resolvias tudo...

3 comentários:

Anónimo disse...

É bom que a esta hora o nosso novo PR já tenha sido empossado...

Caso contrário logo à noite ainda vemos o Luís Filipe Vieira, o Koeman e o José Veiga a levarem para casa mais uma carica...

Anónimo disse...

Não sejas assim, pá. Pensa no teu pai!...

E, já agora, lê o 3º parágrafo (e os outros também, se quiseres) deste artigo:

http://www.theherald.co.uk/sport/57729.html

Ricardo

Skeptikal disse...

diz-me uma coisa.. não gostas de futebol ou és mesmo anti-benfiquista?lol Meu amigo... estás um pouco confuso. Os anúncios com o cristiano ronaldo e afins não são só para portugal, logo seria no minimo estranho um anuncio da nike com o miguel esteves cardoso.
E diz-me uma coisa... Todas as pessoas que têm voz sabem cantar? Não. Nem todas pessoas com dois braços e duas pernas e uma cabeça jogam futebol (ou outro desporto qualquer) de igual forma! E os que jogam melhor, só se conseguem com dinheiro. Quanto ao Tiago Monteiro... meu amigo, ele fez o que fez com o carro pior da competição. Sim... nem todos os carros são iguais.
Muito sinceramente, a mim faz-me mais confusão o tempo que perderam quando a Amália morreu. Isso sim faz confusão. Os dias e dias, que perderam a passar o funeral, a cantar as musicas dela, a contar a vida dela.

Boa tarde.