sábado, dezembro 20, 2008

o estigma dos guarda-redes

por que raio hão-de os guarda-redes fazer as exibições das suas vidas contra o sporting? foi assim contra o paços de ferreira, foi assim com o leixões, é assim há muitos anos em alvalade. dois pontos perdidos contra a académica, antes da paragem do campeonato. mais uma vez, uma primeira parte inteirinha desperdiçada, em futebol de pantufas, quase sem oportunidades de golo. também era de prever quando se viu que jogadores da qualidade de caneira e romagnoli iam jogar de início. creio que se a equipa do sporting que acabou o jogo, com veloso, djaló e vukcevic (os suplentes), tivesse jogado de início, a história do jogo seria diferente. começa a ser angustiante ver que o sporting continua sem um "onze" sólido, cristalizado, permanente. caramba, esta semana não houve jogo a meio da semana, a desculpa da rotatividade não pode "pegar" desta vez. ora joga caneira, outra vezes grimi, noutras miguel veloso, noutras ainda ronny. quem é o defesa esquerdo do sporting? e o meio campo? para quando a definição dos lugares dos jogadores? é que já lá vão cinco meses desde que a época teve início e não se vislumbram decisões finais. joão moutinho umas vezes joga na posição "10", noutras joga a "trinco", noutas ainda joga na ala direita, depois na esquerda; rochemback é "trinco", depois descai para a esquerda, depois para a direita, joga a "10"; romagnoli.... bem, é romagnoli, o jogador que já teve cinco mil oportunidades a mais de provar alguma coisa e continua sem provar rigorosamente nada, é o tal que joga de "pantufas", com medo de meter o pé, não defende, não ataca, não remata, não... faz nada. contudo, creio que daria um razoável jogador de futsal.
com tudo isto, o sporting perdeu mais dois pontos. se fc porto, benfica e leixões ganharem afastam-se novamente. o meu clube desperdiça assim uma oportunidade que, a nível psicológico, seria importante: chegar ao primeiro lugar, nem que fosse por 24 horas. desta forma, vamos ficar a cinco pontos do primeiro lugar, bem longe do "campeão de inverno", que será certamente o benfica.
quanto ao árbitro, cosme machado, o "howard webb" português, foi muito fraquinho, parecia decidido a irritar a plateia de alvalade e, sobretudo, paulo bento. incrível como transformou três pontapés de canto em pontapés de baliza. mas, reconheço, não foi por causa dele que o sporting não ganhou. nem acho que o sporting tenha razão de queixa no tal lance que paulo bento reclamou na conferência de imprensa, o do livre marcado sem que o árbitro desse autorização (que deu, por exemplo, um golo ao barcelona em alvalade, nos 2-5). para mim, não é golo anulado, porque o jogo nem sequer estava a decorrer. censuro tanto este lance como o do golo do barcelona, de messi, na liga dos campeões. seria bom, no entanto, que os árbitros tivessem critérios semelhantes para lances deste género.
última palavra para peskovic. nunca tinha ouvido falar no homem, pensava que o guarda-redes da académica ainda era o pedro roma. mais uma vez, e como manda a tradição, fica mais um nome para recordar, o de mais um guarda-redes responsável pela perda de pontos do sporting... enfim... quem me manda ser do sporting?

1 comentário:

na outra banda disse...

comentava com meu pai esta situação. faz cinco substituições, para no final, terminar o jogo com os preteridos inicialmente.
pesca o que??maldito guarda-redes, para a semana leva uma cavazada se for preciso...