quarta-feira, fevereiro 28, 2007

penelope cruz


vi o "volver", de pedro almodovar, com penelope cruz e carmen maura. não vi "a rainha", com helen mirren. era óbvio que, depois de ter ganho tudo o que era prémio de interpretação, helen mirren ia arrecadar também o óscar. mesmo assim, apesar de saber que as hipóteses de ela vencer eram quase de 5%, a penelope cruz era a minha preferida. isto porque nunca considerei a actriz espanhola nada de especial, em todos os aspectos, sejam eles de índole profissional ou de cariz visual. o filme que alterou radicalmente esta minha opinião foi precisamente o "volver". o mérito também pertence, e muito, a pedro almodovar, que consegue sempre fazer brilhar intensamente as suas actrizes. no filme, penelope cruz é um rochedo de contenção, coragem e altruísmo, firme nas suas convicções, determinada a proteger a família, "pegando o touro pelos cornos" em termos de resolução de problemas, enfrentando tudo com uma simplicidade desarmante. ela é o filme! este papel merecia um óscar, sem dúvida.

7 comentários:

Anónimo disse...

não faças como os cinemas aqui de lisboa que anunciavam o filme com o acento em Rainha.
abraços

isaac davis disse...

de enaltecer a preocupação deste anônimo (com acento circunflexo), que deve ter lido o post (digo eu) mas o único aspecto que lhe motivou algum comentário foi mesmo o acento na palavra "rainha". é fantástico que não tenha nem sequer uma ou duas palavras para comentar o conteúdo do post, preferindo, isso sim, salientar o gravíssimo erro ortográfico, muito comum em pessoas certamente inferiores intelectualmente ao autor deste brilhante comentário (o tal "anônimo", com acento circunflexo). por isso, com o intuito de poder vir a ter muitos mais comentários neste blog, vou passar a escrever todos os meus posts com erros ortográficos. vamos ver quantos mais "anônimos" vão aparecer

Anónimo disse...

olá issac. o meu nome é Luís Cruz, mas não tenho conta blogger - falha minha é verdade (se me chamasse scott williams seria diferente? presumo com um grande grau de certeza que isaac davies não é o teu nome verdadeiro - isso também não te torna anónimo?; já agora, não percebo a questão do "anônimo"... será por teres TU o blogger em brasileiro?).

gosto de ler o teu blog mas não acho que seja obrigatório comentá-lo ou até conversar contigo - acho que não é esse o teu objectivo, correcto?

e também não acho que seja necessário elogiar, comentar, trocarmos ideias sobre o teu post para quem possa, no final, fazer uma pequena correcção. tal como fiz no cinema Monumental, quando a Rainha estava em cartaz e com uma folha A4 a dizer justamente Raínha, um erro ortográfico como outro qualquer e por isso evitável ou corrigível.

é claro que a tua resposta tem ironia e algum sarcasmo, mas também denotou pouco poder de encaixe a um reparo de um erro teu. mandei abraços, mas nem isso chegou para teres levado isto um pouco mais na desportiva.
desta forma fiquei a perceber que não me faz falta voltar ao teu blog que, tal como disse, visito com regularidade e prazer.
se calhar apanhou-te num dia mau, mas eu não terei culpa disso, pois não?

até sempre,
Luís Cruz - BI12974233, Lisboa

isaac davis disse...

de facto, dia mau mesmo. o de ontem acabou mal e o de hoje começou igualmente assim. mas não devia ter despejado a minha raiva e amargura daquela forma naquele comentário. penitencio-me por isso. sempre tive uma enorme preocupação com os erros ortográficos, até já fiz um post sobre isso. a maneira como as pessoas escrevem e falam hoje em dia é horripilante, dando erros atrás de erros. por saber isso, e por criticar também, é que tenho sempre cuidado em tudo o que escrevo. esse erro escapou-me, se calhar em 250 posts deve ter sido para aí o quinto ou o sexto. farto-me de ver blogs todos os dias e todos eles têm inúmeros erros ortográficos, demasiados até. tenho a certeza de que, se invertessemos os papéis nesta história, eu também me sentiria de certa forma ofendido com o meu comentário. daí as minhas desculpas. quanto ao "anônimo", também não entendo como é que aparece assim nos meus comentários, mas aparece. e, de facto, isaac davis não é o meu nome verdadeiro. é o nome de uma personagem interpretada por woody allen, no filme "manhattan", um dos meus preferidos. o meu nome verdadeiro, já que revelaste o teu, é josé alberto lopes.
espero que continues a visitar o nuvens, a comentar/corrigir o que bem te apetecer, e que possamos arrancar esta página negra deste blog e esquecer este infeliz episódio.
abraços!

Anónimo disse...

tudo ok.
não esperava, confesso, outra atitude. por isso estranhei muito a tua reacção.
irei contibuir para as estatísticas deste blog, descansa... : )
boa semana e melhores posts.
abraços
luís

Anónimo disse...

oops: faltou um érre de rainha no meu comentário anterior...

eu também detesto ler erros. isso só me ajuda a fazer também erros. o "raínha" tinha a particularidade de ser recorrente. tal como "combóio" ou "proíbido". foi mais por isso, por achar que este pudesse estar mais ou menos assimilado.

abraços
luís

tulipa_negra disse...

vi o volver mas não concordo que ela merecesse o oscar... acho que foi bem atribuído, na minha humilde opinião, à Helen Mirren.

beijocas