quarta-feira, setembro 13, 2006

sporting


vítor serpa, director do jornal "a bola"
quarta-feira, 13 setembro
"que grande entrada na liga dos campeões. ser capaz de levar o mundo do futebol a pasmar perante esse facto verdadeiramente mediático de ter vencido o inter de milão, precisamente no ano em que os italianos tanto investiram para serem senhores do mundo. notável, acima de tudo, a irreverência juvenil na sua melhor essência: ingenuidade e ambição, prazer de jogar, muito além da obrigação de jogar, e a personalidade rara de viver a vida na ausência de complexos e, daí, a assinalável ausência de reverência perante o pançudo milionário que queria ganhar pelo peso da sua conta bancária. bem feita! abençoado sporting por teres sido tão necessário exemplo de grandeza neste país pequeno, às vezes de pequenas gentes, e quase sempre de pequenos sonhos. sem anúncios grandiloquentes, sem escutas telefónicas comprometedoras, simplesmente disciplinado, defensor dos talentos internos, outsider de guerras bacocas que teriam feito as delícias do nosso eça. abençoado sporting nessa tua maneira tão pouco portuguesa e tão pouco rasca de saber estar, de saber jogar, de saber ganhar. alguns, dor de cotovelo, provavelmente chamarão a isso o indisfarçável tique da elite urbana. mas classe é classe. não impede a legítima euforia, a festa, como ontem alvalade provou. o futebol português, tão maltratado e tão justificadamente envergonhado, só tem de agradecer o que o mundo viu, ou poderá ver".

eu acrescento apenas que deu gosto ver jogadores, como miguel veloso, nani, joão moutinho e djaló, defrontarem uma equipa que continha alguns dos seus ídolos de adolescência, sem ponta de nervosismo, sem prestarem alguma vassalagem. e mais uma vez ficou provado que, de facto, o sporting é a melhor escola de futebol nacional. futre, carlos xavier, litos, figo, peixe, simão, beto, carlos martins, quaresma, cristiano ronaldo, nani, joão moutinho e, mais recentemente, miguel veloso e djaló. e para mim, devia ser apresentado a liedson um contrato vitalício, para ele permanecer no clube até ao final da sua carreira. que grande jogador!
vamos ver até onde vai este sporting... espero que vá longe!

1 comentário:

A. Duarte Lázaro disse...

Não sou sportinguista mas nas competições europeias o que interessa é a vitória de uma equipa nacional. De qualquer das maneiras tenho de dizer que foi um grande golo e que actualmente o Sporting é, sem dúvida, a melhor equipa nacional.