sexta-feira, julho 07, 2006

calinadas

ontem, no jornal da noite, rodrigo guedes de carvalho disse isto:
- "os jornalistas já têm armas e bagagens, literalmente, preparadas para se mudarem para estugarda, onde no sábado decorrerá o portugal - alemanha".
armas e bagagens. literalmente. brilhante ó rodrigo!

há dias, na inenarrável TVI, ouvi isto, da pivot que apresentava o jornal nacional:
- "em directo de londres o nosso jornalista que passou o dia a desfolhar os jornais ingleses, procurando saber o que pensam os ingleses do jogo de logo à noite".
quantos jornais terá o homem destruído, ao arrancar as folhas dos mesmos. pelos vistos, passou o dia naquilo. e mandam o tipo para a inglaterra fazer isto...

quando há greves nacionais ou de qualquer outro tipo, é inevitável aparecer alguém a dizer que a mesma teve uma grande "aderência", em vez de "adesão".
nos rodapés é um fartote de rir, com as calinadas que por ali se dão. a mais comum é colocarem "saiem" em vez de "saem", ou "caiem" em vez de "caem".
estranho é nunca haver ninguém por aquelas redacções que repare no erro e faça alguma coisa para o mudar. as notícias que passam em rodapé, e passam muitas vezes durante o espaço noticioso, estando com erros ortográficos, continuam com esses erros ortográficos até ao final da edição. não se altera, nunca. é sagrado!
instalou-se um estado de despreocupação total com o saber falar e o saber escrever que me assusta. só ouvimos "já almoçastes? que comestes? fizestes aquilo que te disse? já vistes? já fostes? já ouvistes? podem ser uns quaisqueres? eles há-dem ver. assenta-te aí um bocadinho. alevanta-te para te ver as calças novas".
tal como nas tais redacções das estações de televisão, também não haverá ninguém, que conheça estas pessoas que falam assim, que lhes ensine a falar, a rectificar os seus erros? caramba! é que chateia mesmo!

1 comentário:

Tovarich Gina disse...

um artigo de aplaudir.
e os erros ortográficos que apontas nem sãos dos piores que passam... às vezes é de se ficar com o cabelo em pé...